sábado, 4 de dezembro de 2010

Cicatrizes Abertas

Fui a uma comemoração de Bodas de Ouro do Ministro Ubiratan Aguiar a festa foi marcante, linda, feliz, divertida e emocionou a todos e em especial à mim. Filha de pais separados aquilo sangrou todas as minhas cicatrizes, todas minhas dores ardiam em meio aquela missa, aquelas declarações de amor, aquela família reunida com três gerações.

Alguns dizem que os filhos são os que mais sofrem com a separação, e estão, VERDADEIRAMENTE, corretos no fundo você TEM que fazer uma opção. Porque não viver com seu pai ou mãe não é normal, ver o pai ou mãe esporadicamente, mesmo que quase todo dia não é a mesma coisa de saber que eles estão ali no quarto ao lado ou na cozinha, conversando sobre o dia, não é acordar e escutar aquelas vozes de segurança. Tudo é diferente.

Após isso vem as familias paralelas que você tem que aprender a amar...tem pai "segundo", irmão "afetivo" ...  O melhor é ter uma familia feliz e se assim não for ai... vamos para a terapeuta (eu mesma fiz mais de 5 anos) e aprendemos a "gravar" em nossa mente que aquilo não machuca mais porque "você é grandinha e tem que ajudar sua mãe!". MENTIRA. Você simplesmente engole aquilo tudo e o pior, quando a separação ocorre com os filhos pequenos torna-se impossivel saber "porque mamãe/papai fez isso comigo se eu gostava tanto dos dois juntos?

No fim da cermômia eu chorava tanto que tive que me retirar e namorido que leva o mesmo nome do avó lembrado por sua seriedade, justiça e apego a família também não se conteve, ficamos muito tempo assim pensando na grande responsabilidade que é dividir uma vida... contei-lhe tudo que aconteceu comigo, meus pais, minhas mágoas... ele ouviu tudo sentado em um banquinho no fim do "Barbaras Buffet"...

Eu e ele fomos grandes amigos antes de começar o namoro, mas nem antes, nem depois do namoro havia falado sobre esses assuntos, apesar das suas perguntas sobre meu pai... sempre respondia que eu iria procurar o momento ideal para contar sobre ele ... e o momento foi aquele! Desabafei, fazia tempo que eu não "limpava as estantes" foi bom para mim...